Os meus livros

O amor pelas palavras… as emoções nas entrelinhas… de mim para ti com tudo o que existe em mim.

"APRENDE A AMAR-TE"

Soltam-te no mar sem aviso prévio, sem contares e tu aprendes a nadar. Com força, com coragem, com fé. Não tens outra alternativa e tu sabes. Nadas mais e mais forte, não desistes.

Um dia aprendes que a maior conquista que podes dar a ti mesma é a resiliência, a perseverança. E enquanto o teu foco e a energia que te movem forem a renovação, transformação, a busca de uma melhor versão de ti mesma, estarás sempre na direção certa, mesmo que pelo caminho encontres uma série de vozes que te dirão o contrário.

Nunca te esqueças: Existe uma força dentro de ti que se chama “fé em mim” e é apenas essa fé que deves resgatar e continuar o caminho do Amor, do teu Amor próprio.

A conquista do Amor próprio é um trabalho de “formiguinha” que deve ser feito diariamente e mantido para o resto das nossas vidas.

A autoestima é um elemento crucial no desenvolvimento pessoal e na saúde mental. Cultivar uma autoestima positiva requer prática, autocompaixão e um compromisso contigo. Quando valorizamos o nosso eu interior, abrimos portas para uma vida mais plena e satisfatória, com relacionamentos mais saudáveis e uma maior capacidade de enfrentar os desafios que a vida nos apresenta. Lembra-te de que somos dignos de amor e respeito, principalmente de nós próprios, sendo o primeiro passo para uma autoestima mais forte e equilibrada.

O Livro “Aprende a Amar-te” nasce com o propósito de auxiliar o teu processo individual de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

"De uma Mulher para Mulheres que Amam Demais"

“De uma Mulher para Mulheres que Amam Demais”, foi lançado em 2014. Nesse momento, a sua base de construção residiu nos textos publicados no Blog – A Psicóloga que também é Blogger – mas especialmente selecionados e pensados paras as Mulheres que amam demais.

As Mulheres que amam demais, surgiram na minha vida em janeiro de 2014, no decorrer do meu percurso Clínico, onde criei um método terapêutico para esta temática. Nesse caminho surgiu este pequeno livro, carregado de afeto, o afeto de quem escreve o seu primeiro livro, com um brilho no olhar!

Não é um livro de autoajuda, nem um livro técnico ou científico. É apenas um conjunto de páginas escritas, por uma pessoa que não é escritora (mas sonha ser um dia), que escreve com amor, numa tentativa de adoçar corações com esperança de despertar em quem o ler, a capacidade de Sonhar, de gerar Amor próprio e Autonomia.

O livro De uma mulher para mulheres que amam demais é pensado para as mulheres que se maltratam e deixam maltratar emocionalmente e psicologicamente, numa procura incessante de um «amor impossível de conto de fadas» em que continuam a acreditar que o homem que encontraram é o seu príncipe fantasiado desde sempre. Mesmo que comece a surgir o sapo por trás das vestes principescas, a crença é que são sempre elas as culpadas dessa transformação! Assim, suportam e submetem-se por culpa e por se amarem de menos.

 

“De uma Mulher para Mulheres que Amam Demais” é para mim a confirmação de que quase todas nós em algum momento da nossa vida (e muito por “culpa” dos Contos de Fadas) amamos demais, mas que também, temos a possibilidade de fazer diferente e não nos anularmos, pois, o Amor não é isso!